Publicado em 5 de março de 2013 às 12:15

Brasília e Buenos Aires terão voos diretos ainda neste semestre

O Brasil e a Argentina devem inaugurar, ainda neste semestre, voos diretos entre Brasília e Buenos Aires, anunciou na segunda-feira (4) o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel. Atualmente, a viagem entre as duas capitais dura mais de oito horas, por causa de escalas e troca de aviões.

O aumento de ofertas de voos entre os dois maiores sócios da união aduaneira Mercosul (Mercado Comum do Sul) foi um dos temas das reuniões entre Pimentel e autoridades argentinas, em Buenos Aires.

Os dois governos passaram o dia preparando o encontro das presidentas Dilma Rousseff e Cristina Kirchner, na quinta-feira (7), em Calafate, na Patagônia argentina. Na pauta estão também a reivindicação brasileira, para equilibrar a balança comercial entre os dois países, e o anúncio de investimentos na área de infraestrutura.

“A balança comercial bilateral foi desfavorável porque nosso saldo caiu muito. Não podemos ter nossas importações [de produtos argentinos] aumentando e nossas exportações caindo. As duas têm que aumentar ao mesmo tempo, tanto as exportações para a Argentina como as importações da Argentina”, disse Pimentel.

O ministro não quis dar detalhes sobre os investimentos que serão anunciados na reunião entre as presidentas, mas adiantou que o novo acordo automotivo estará na pauta de discussões. O atual acordo vence em julho.

Agência Brasil