Publicado em 2 de abril de 2014 às 14:34

Brasília recebe exposição dedicada a Mário Lago

Exposição em Brasília

Foto: Divulgação

“Eu era para me chamar Mário de Pádua Jovita Correia do Lago, mas nasci com mais de meio metro e menos de três quilos. Na hora do registro, meu pai pensou: é muito nome pra esse langanho levar pro resto da vida. Está arriscado a nem vingar… Bota só Mário Lago. E olhe lá!”, disse o artista em uma entrevista. Pois “esse langanho” vingou e se tornou um dos artistas mais influentes da sua época, sendo referência também para gerações posteriores.

A partir do dia 3 de abril, o Museu Nacional dos Correios, em Brasília, sedia uma exposição em homenagem ao ator, compositor, e cidadão carioca Mário Lago. A mostra “Eu Lago Sou – Mário Lago um homem do século XX” tem como objetivo, segundo a coordenadora geral da exposição, Mariana Marinho, mostrar como ele se influenciou e se deixou influenciar pela sociedade em que viveu. Assim, o visitante poderá conferir, década a década, como o artista se relacionou com os principais eventos de seu tempo, como a Segunda Guerra Mundial, o Golpe de 64, entre outros, e ouvir trechos de programas de rádio das décadas de 40 e 50, ver imagens da novela “Dancing Days”, das séries “O tempo e o vento” e “Hilda furação, e manuscritos de letras de músicas.

A exposição fica em cartaz até o dia 1º de junho e a entrada é gratuita.

Serviços

Exposição “Eu Lago Sou – Mário Lago um homem do século XX”

Local: Museu Nacional dos Correios

Endereço: Setor Comercial Sul, quadra 4, nº 256 – Asa Sul – Brasília

Telefone: (61) 3213-5076

E-mail: [email protected]om.br

Entrada Franca