Publicado em 13 de agosto de 2012 às 15:34

Falta de operadores de raio-x causa caos no aeroporto de Fortaleza-CE

Durante a madrugada desta segunda-feira (13/08), um clima de caos se formou no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza (CE). Uma fila quilométrica se formou, a partir das 3 horas, no setor de embarque doméstico , por falta de pessoal na operação dos equipamentosde raio X de bagagens. Cinco desses equipamentos deveriam estar em operação, mas apenas dois estavam em serviço, provocando o acúmulo de passageiros.

Funcionários da Infraero informaram que isso foi em consequência de um corte de 30% do pessoal terceirizado, o que afetou diretamente o setor de embarque. Ao menos 10 voos nesse horário chegaram a sofrer atrasos, variando de até 40 minutos. A situação só foi normalizada depois de muita reclamação de passageiros e das empresas aéreas.

Foi solicitado então efetivo extra para acelerar o atendimento na verificação de bagagens no raio-x.

O quadro foi agravado pois estão sendo efetuados serviços de restauro nas pistas e há acúmulo de voos em alguns horários. O aeroporto fecha das 6 às 12 horas e houve a antecipação de alguns voos, sobretudo os destinados a Brasília e São Paulo, que são mais requisitados.

O número de máquinas em operação só foi normalizado por volta da 4h25min. 

A supervisão da Infraero não se manifestou a respeito do fato. Já as empresas informaram que um balanço real dos efeitos das filas deverá ser divulgado.

As informações são do Blog do jornalista Eliomar de Lima.