Publicado em 12 de dezembro de 2012 às 12:55

Aeroporto de Brasília pode ser um ponto de concentração de voos.

Está nos planos do governo federal medidas que ajudariam o Aeroporto Internacional de Brasília a se tornar um ponto central – hub – para a América Latina.

Um dos projetos é a redução de 25% para 12% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para que as aeronaves sejam abastecidas. Caso aprovada, o governo do Distrito Federal ampliará ainda mais as estratégias para tornar o aeroporto uma central do tráfego aéreo.

Segundo dados da Secretaria da Aviação Civil (SAC), a capacidade do aeroporto será ampliada de 16 milhões de passageiros por ano para 21 milhões, até a Copa do Mundo de 2014. Porém, este número ainda deve aumentar, chegando posteriormente a 41 milhões de passageiros.

O ministro Wagner Bittencourt visitou as obras no setor aeroviário das seis cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 e afirmou que estão de acordo com o cronograma previsto.

Segundo ainda o governador Agnelo Queiroz, as melhorias que estão sendo feitas no aeroporto para receber os turistas durante o evento da FIFA serão sentidas também após o evento, uma vez que o acesso à cidade por meio de transporte rápido, usando linha exclusiva até os hotéis, será mantido.

Da Redação, com informações EBC