Publicado em 19 de agosto de 2013 às 15:00

Futuro da aviação no Brasil estará em debate nesta terça (20/08)

Setor projeta crescimento de 115% no transporte de passageiros e 58% no de cargas até 2020.

A aviação civil no país cresceu 164% em uma década, segundo dados da Infraero. O número de passageiros transportados anualmente saltou de 38 milhões em 2002 para aproximadamente 100 milhões em 2012. E a tendência é que a expansão permaneça, tanto no transporte de passageiros quanto no de cargas.

O crescimento da demanda traz alguns desafios, que estarão em debate nesta terça-feira (20), durante a segunda edição do Aviation Day. O evento ocorre no auditório Thiers Fattori, da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Segundo o diretor da Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA), Carlos Ebner, “o sistema doméstico brasileiro é o quarto do mundo em termos de tamanho, por isso temos a preocupação em alinhar o desenvolvimento rápido do transporte aéreo no Brasil com o que acontece no mundo”. Ebner explica que o encontro, que reúne os maiores nomes da aviação no Brasil, busca discutir os principais assuntos da aviação mundial.

Entre os temas que serão abordados estão inovação tecnológica e sustentabilidade, considerando as implicações econômicas; aprimoramentos no relacionamento com o consumidor de transporte aéreo e legislação aplicável; caminhos e desafios para a ampliação da competitividade, com foco em aspectos regulatórios, tributários, na infraestrutura necessária nos aeroportos e gerenciamento de tráfego; além das políticas, em âmbito público e privado, para a implantação do cenário traçado pela Agenda 2020. Conforme o documento, elaborado pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), a projeção é que o transporte de passageiros cresça 115% e o de cargas 58% nos próximos sete anos. Com isso, também deve crescer a participação na economia: até 2020, a aviação deve corresponder a 2% do produto interno bruto (PIB), num total de R$ 146 bilhões. Hoje o segmento responde por R$ 73 bilhões do PIB.

O evento é uma promoção conjunta da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), que comemorará um ano de existência durante o Aviation Day; da Associação de Transporte Aéreo da América Latina e Caribe (ALTA); da Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA); e da Junta de Representantes das Companhias Aéreas Internacionais no Brasil (JURCAIB).

Na quarta (21), a ABEAR e a Associação das Indústrias Aeroespaciais no Brasil (Aiab) farão um seminário preparatório à participação brasileira na 38ª Assembléia Geral da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI), ligada à Organização das Nações Unidas. O seminário resultará na elaboração de um relatório com o posicionamento da indústria brasileira sobre políticas na área de aviação civil.

Fonte: Agência CNT de Notícias