Publicado em 28 de agosto de 2012 às 11:31

DF poderá ter novo aeroporto para aviação executiva

A construtora Andrade Gutierrez pretende investir cerca de 120 milhões na construção de um novo aeroporto no Distrito Federal, em Sobradinho. A área total é de 138 hectares e demanda pouca terraplenagem. O projeto apresentado para o governo prevê uma pista com 1,8 mil metros.O início das obras, no entanto, ainda depende de decreto presidencial autorizando a exploração comercial de aeródromos.

À partir do decreto as obras serão iniciadas e a previsão é de que o aeroporto poderá ficar pronto até a Copa de 2014, já que a construtora estima que a obra seja concluída em 20 meses assim que for iniciada.

Além do aeroporto o empreendimento prevê restaurante, espaço para eventos e um pequeno hotel voltado para tripulantes.

O aeroporto, voltado para aviação executiva, criou forma depois que a Andrade Gutierrez constatou que no Aeroporto Internacional Juscelino Kubistscheck cerca de 25 mil pousos e decolagens por ano são da aviação executiva.

Após a edição do decreto presidencial, a empresa precisará obter ainda as licenças de impacto ambiental e aval do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, atestando que não há incompatibilidade com o tráfego do aeroporto de Brasília.