Publicado em 24 de julho de 2013 às 14:47

Pista do Aeroporto de Campo Grande passará por reforma

A pista de pousos e decolagens do Aeroporto Internacional de Campo Grande (MS) passará por reforma. A Infraero publicou em 12/7, no Diário Oficial da União (DOU), o edital para contratação de empresa para execução das obras de recuperação da pista de pousos e decolagens do aeroporto sul-mato-grossense, que possui 2,6 mil metros de extensão. Os serviços, estimados em R$ 12,1 milhões, contemplam ainda a instalação de ranhuras (grooving) na pista principal, recuperação das pistas de manobras de aeronave (taxiways) “C”, “D” e “E” e a restauração do pavimento do pátio de aviação geral.

A abertura do processo licitatório, a ser realizado na modalidade de concorrência, está prevista para o próximo dia 13/8. Para acessar o edital, clique aqui.

O objetivo desses trabalhos é preservar os níveis de segurança das operações de pousos e decolagens no Aeroporto de Campo Grande.

Após a realização do processo licitatório e assinatura da ordem de serviço, documento que autoriza o início dos trabalhos, a empresa contratada terá 240 dias para a realização dos trabalhos.

Planejamento da obra e impactos aos voos

A obra será realizada em três etapas. Na primeira, prevista para o período de 1º/9 a 20/10, a pista de pousos e decolagens será interditada entre 21h e 7h (horário local) para os trabalhos de recuperação. Na segunda fase, prevista para ser realizada entre 15/10 e 15/11, serão realizados serviços nas pistas de manobra “C”, “D” e “E”. Por fim, na terceira etapa de obras, prevista para o período entre 15/11/13 e 13/1/14, será executada a instalação das ranhuras na pista principal, o que interditará a via entre 23h e 5h.

Dentre essas três etapas, a primeira e a terceira fases causarão interferências nas operações do aeroporto. Todavia, a Infraero destaca que os trabalhos foram planejados para causar o mínimo de impacto aos usuários, sendo que o cronograma de intervenções foi discutido e acordado por meio de diversas reuniões com outros entes do setor aéreo: empresas aéreas, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), entre outros.

Assessoria de Imprensa – Infraero