Publicado em 1 de junho de 2012 às 10:56

Senador pede liberação de obras em aeroporto na Bahia

O senador Walter Pinheiro fez um apelo à ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e à Secretaria Nacional de Aviação Civil para que autorizem as obras e o funcionamento do aeroporto de Feira de Santana, na Bahia. O senador explicou que a cidade, segunda maior do estado, é considerada a ponte de ligação entre Salvador e o resto do país e precisa de um aeroporto para assegurar o desenvolvimento do estado. Atualmente, o aeroporto do município funciona com voos apenas para Salvador.

No início do ano, o governo da Bahia abriu concorrência pública para exploração do aeroporto pela iniciativa privada. Venceu o consórcio formado pelas empresas Sinart (atual administradora dos aeroportos de Porto Seguro, Lençóis e Teixeira de Freitas) e UTC Participações, que tem 45% do capital no grupo que venceu a disputa por Viracopos. A intenção foi de repetir no estado a iniciativa do governo federal de passar para a iniciativa privada os investimentos e a exploração dos aeroportos por meio de concessão, como foi feito com os aeroportos de Garulhos, Campinas e Brasília.

“Precisamos agora validar esse processo e permitir que a parceria com a iniciativa privada possa consolidar o sonho e o desejo dos habitantes da Bahia, que precisam de um aeroporto”, pediu o senador, lembrando que Campinas, em São Paulo, fica a praticamente a mesma distância da capital paulista e tem um aeroporto de grande movimentação.

Segundo Pinheiro, a região de Feira de Santana reúne mais de dois milhões de habitantes e, para ampliar a capacidade de desenvolvimento da região e do estado como um todo, é preciso investir em infraestrutura. Além disso, não há como expandir o aeroporto de Salvador, já sobrecarregado, porque a construção de uma segunda pista no local esbarraria em uma Área de Proteção Ambiental (APA). O aeroporto de Feira de Santana, devido à proximidade, funcionaria também como uma opção para quem precisasse ir a Salvador.

Fonte: Agência Senado.