Publicado em 18 de março de 2014 às 17:12

Obras no aeroporto de Brasília serão finalizadas até 24 de maio

À medida que a Copa se aproxima, maior é a ansiedade para saber se tudo ficará pronto a tempo, e da maneira que deveria ser. Os aeroportos, fundamentais para a logística do evento, estão, claro, incluídos nesta lista de preocupação.

Foi pensando principalmente na proximidade e relevância do campeonato mundial que o aeroporto de Brasília se adiantou. Segundo Alysson Barros, diretor-presidente do Consórcio Inframérica, em entrevista ao Portal da Copa, as obras de reforma e ampliação do aeroporto serão entregues até 24 de maio. Com tal planejamento, ele garante que o terminal estará funcionando plenamente em junho, justamente o início do evento.

Algumas das novidades são a criação de 29 novos portões de embarque no Píer Sul (já operando a partir de 4 de abril), novo viaduto de acesso e desembarque de passageiros, ampliação do estacionamento com parte da área coberta, construção de uma a área VIP para todos os usuários e a inauguração de um segundo viaduto de aviões, o que aumenta a capacidade de operações.

A Inframérica, administradora do aeroporto, afirmou ainda, na mesma entrevista, que até maio o valor investido será de R$ 900 milhões. Isso possibilitará a ampliação da capacidade de 16 milhões para 21 milhões de usuários por ano. Para o futuro, em 2037, o objetivo é que este número salte para os 41 milhões, somando R$ 2,8 bilhões de investimento.

Apesar da urgência de conclusão de obras por causa do evento, Barros afirmou que a ampliação da capacidade já era uma necessidade, uma vez que esta estava inferior à sua demanda atual de 16,7 milhões de passageiros.

Todo esse conjunto de mudanças está de acordo com o crescente fluxo de passageiros no aeroporto nos últimos anos, acompanhando uma taxa de 7 a 8% anuais. Por isso, é esperado que as companhias aéreas aumentem ainda mais o número de conexões em Brasília, transformando a cidade em importante hub (centro de conexão) brasileiro. E, ainda, uma possível nova porta de entrada ao país.